Logo Igreja Evangélica Assembleia de Deus

Assembleia de Deus

Ministério de Santos

Arquivo da Categoria "Devocional"

Síndrome do isolamento

Postado por IEADMS em 01/07/2015 Nenhum comentário

sndrome_do_pnicoQuanto mais se vive, mais a vida se torna morte nas definições e conceitos daqueles que, na tentativa de viver melhor, se entregam a opções de individualidade.

Apesar de não ser idoso, ainda sou do tempo em que sorrisos eram trocados sem medo das segundas intenções. Mas hoje a fala dos pais, invadidos pelo pânico do outro, é: “não fales com estranhos”.

Quem é o estranho se não o meu reflexo, quem é o estranho se não a mesma projeção a meu próprio respeito.

Hoje ser é ser por si só. Eu consigo, eu vou, eu alcanço, eu projeto. Hoje vivemos de abraços solitários. Procuramos o abraço transcendente,  mas com medo do abraço real? Que loucura!

Tudo acontece na dimensão do ataque de pânico. O ser humano não está doente, sempre esteve. Agravam se as enfermidades não biológicas, a máquina do “eu” se aperfeiçoa enquanto a erosão da vida vai “oxidando” a comunhão.

Ontem fiquei assustado na tentativa de buscar alguém apenas para jogar conversa fora… Apenas para escutar a gargalhada descomprometida dele.

É, existe uma nova síndrome: o do isolamento.

O povo se isola pensando que é a solução. Achamos que no isolamento encontramos proteção… Que bobagem. No isolamento sou atormentado pelos medos de um ser egocêntrico.

Temos 1000 no facebook e nem um para cheirar… Conhecemos tantos atores da vida e poucos frequentadores da dor.

Vamos aliviar a dor do outro mesmo que isso não acontece, só precisamos mais Dele em nós! Ele nunca se isolou, ele caminhava no meio da comunhão, Ele partia o pão, Ele lavava os pés.

Porque não ser discípulo?

Pr. David Vaz

Se conselho fosse bom…

Postado por IEADMS em 01/05/2015 Nenhum comentário

Se você conhece o restante dessa frase provavelmente não concorda com ela. O dito popular “se conselho fosse bom ninguém dava; vendia” é um “mau conselho”!

Podemos afirmar isso com base na própria Bíblia, que é um “manual de conselhos”. Um deles é o oposto desse: “Na multidão de conselhos há segurança” (Provérbios cap. 11, vers. 24).

É claro que isso não significa que você deva seguir todos conselhos que ouve, mas sim, ouvi-los, analisá-los e optar pela melhor decisão. Contudo, apesar desse dito popular ser um mal conselho, nem todos os ditos populares são ruins.

Por exemplo, talvez você já tenha ouvido alguém dizer: “Diga-me com quem tu andas que te digo que tu és”. Pois bem, esse não é um apenas um dito popular; é uma verdade bíblica! (“O que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído”. Provérbios 13:20)

E não termina por aí… a Bíblia possui uma coletânea de conselhos não somente para nossa vida física mas também espiritual. Por exemplo, em João 7:37 lemos:

“E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba”.

Examinando o contexto, descobrimos que Jesus estava numa festa. Será que Ele estava falando de comida e bebida no sentido físico? Óbvio que não, ele era um convidado, e não o dono da festa!

Porém, como em tantas outras passagens das Sagradas Escrituras, Ele se aproveitara de algo simples e que todos entendem para ensinar algo espiritual: numa festa as pessoas alimentam o corpo e suprem a necessidade física. Da mesma forma, os que se dirigem a Jesus conseguem alimento para suas almas e suprem a necessidade espiritual. Conselho simples, claro e objetivo. Essa é uma verdade maravilhosa! Quando seu corpo sente necessidade, você busca alimentos, mas… e quando a sua alma sente necessidade?

Esses são exemplos de bons conselhos completamente gratuitos.

Atente em ouvir conselhos, mesmo vindo de lugares que aos seus olhos parecem de pouca importância. Você poderá se surpreender ao perceber que coisas tão pequenas, como um simples livro, podem se tornar em algo tão grande como as palavras de Deus falando contigo.

Um coração cheio de Deus!

Postado por IEADMS em 07/01/2015 Nenhum comentário

“Escondi a Tua palavra no meu coração para eu não pecar contra Ti.” Salmos 119:11

 doacao_amor_coracao_dar_amar (1)

Oi, tudo bem? Como você está?

Sabemos que todos somos falhos e, enquanto vivermos, não conseguiremos deixar de cometer erros, de pecar. Mas há uma forma de evitar o pecado (que é o que nos afasta de Deus).

A solução está em encher o nosso coração de Sua Palavra.

Quanto mais conhecermos o que a Bíblia diz, mais teremos “munição” para guerrear contra o pecado. Quanto mais lermos a Bíblia, mais estaremos preparados para enfrentar as dificuldades, os problemas.

Ler a Bíblia e buscar a Deus não farão com que Sua vida seja somente de dias bons. E não há nada que faça isso. Mas com certeza, sendo conhecedor da Palavra de Deus, quando vierem os dias ruins, você estará tão confiante nEle, que dificilmente algo irá te abalar, porque como disse o Apóstolo Paulo: “eu sei em quem tenho crido”. Quem conhece a Deus, sabe que Ele não abandona, não desampara, não muda e não mente. Quem conhece a Deus, não se desespera.

A primeira coisa que você fará diante de um problema, não será reclamar. Você vai clamar ao Senhor, pedir Seu auxílio. Ele é socorro bem presente na hora da angústia. Não há o que temer.

Esse é apenas um exemplo. Mas a Bíblia nos ensina a lidar com cada situação da nossa vida. Ela nos diz que podemos nos irar, mas não pecar. Ensina a perdoar ofensas, dívidas, amar os inimigos, amar o próximo como a nós mesmos. Ensina a termos paciência, domínio próprio, a fazer a escolha certa, a escolher as amizades, a ser honesto e tantas outras coisas.

Nossas atitudes devem ser atitudes de verdadeiros cristãos. De pessoas que realmente estão se esforçando para serem cada dia mais parecidas com Jesus.

Medite na Bíblia e se você não compreender a Palavra, peça ao Espírito Santo que te oriente. Você vai ver como seu modo de pensar, de ver e de agir vão mudar para melhor.

Abraço, que Deus abençoe! =)

Thyrslian

Tem Santa Ceia neste sábado, às 19 horas nas igrejas da IEAD-MS;O que significa Santa Ceia ou Ceia do Senhor?

Postado por IEADMS em 06/11/2014 Nenhum comentário

O que significa Santa Ceia ou Ceia do Senhor?

 Creio que a maioria de nós sabe o que é a Santa Ceia ou Ceia do Senhor. No entanto, neste artigo, darei alguns detalhes adicionais muito importantes para uma boa compreensão a respeito desse ritual cheio de significado e importância a todos aqueles que creem em Jesus Cristo.

o-que-significa-santa-ceia-ou-ceia-do-senhor

A Ceia foi instituída por Jesus Cristo na noite em que Ele foi traído. Essa noite era o dia da páscoa judaica. “E, tomando um pão, tendo dado graças, o partiu e lhes deu, dizendo: Isto é o meu corpo oferecido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este é o cálice da nova aliança no meu sangue derramado em favor de vós.” (Lc 22. 19-20).

A Santa Ceia for ordenada por Jesus para que acontecesse por toda a posteridade como uma lembrança viva de Sua morte e sacrifício na cruz pelos nossos pecados. Por isso, até hoje a realizamos como um memorial, lembrando da obra de amor de Jesus por nós. Além de ser um memorial, a Ceia é um momento de comunhão da igreja e fortalecimento espiritual de cada membro do corpo de Cristo. Um momento único e especial. Os católicos acreditam que, os elementos da Ceia (pão e vinho) se transformam no próprio corpo e sangue de Cristo no momento da Ceia, quando consagrados pelo sacerdote (doutrina chamada de transubstanciação).

Nós cristãos reformados, rejeitamos esse pensamento, pois não tem embasamento bíblico. Os elementos permanecem da mesma substância que são, pão e vinho. O fiel recebe fisicamente apenas o pão e vinho, mas espiritualmente e pela fé, recebe os benefícios da comunhão com Jesus Cristo. A Santa Ceia não deve ser tomada de qualquer forma.

A Bíblia nos orienta a examinarmos o nosso coração antes de participar. E é nesse exame que nos colocamos diante de Deus, reconhecendo o valor de Cristo e Sua obra, bem como, avaliando nossa vida, confessando nossos pecados e tomando decisões de mudanças. Assim ficamos prontos para participar. “Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão, e beba do cálice; pois quem come e bebe sem discernir o corpo, come e bebe juízo para si.” (1Co 11. 28-29).

Existe alguma confusão a respeito de quando a pessoa não deve participar da Santa Ceia, principalmente por conta do texto de Paulo que diz das conseqüências de participar da Ceia indignamente. “Por isso, aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor, indignamente, será réu do corpo e do sangue do Senhor.” (1Co 11. 27).

Neste sábado acontece às 19 horas a Santa Ceia Geral no Templo Sede das Assembleias de Deus -Ministério de Santos. Todas as Congregações da IEAD-MS estão convidadas.

Fonte: esboçando idéias